Registro Brasileiro

Registro Brasileiro sobre o Tratamento da Infecção por Helicobacter pylori

 

Objetivos do Registro
Implantar uma base de registro eletrônico sobre os métodos diagnósticos e regimes terapêuticos anti-H. pylori obtidos na prática diária pelos gastroenterologistas brasileiros. Avaliar os métodos diagnósticos empregados no diagnóstico inicial e no controle de cura da infecção, conhecer os esquemas de tratamento de primeira linha e retratamentos utilizados e seus índices de erradicação. Avaliar a segurança e efeitos adversos dos regimes anti-H. pylori e comparar os índices de erradicação obtidos em diferentes regiões do país.


Importância do projeto para a realidade brasileira
A grande diversidade dos esquemas e linhas de tratamento anti-H. pylori hoje existentes na literatura, com diferentes índices de erradicação, acham-se relacionados a fatores locais e regionais de resistência bacteriana aos antimicrobianos. Testes de susceptibilidade antimicrobiana para H. pylori são raramente disponíveis no Brasil. Análises abrangentes, através de estudos de vida real, permitem avaliação contínua e sistemática das estratégias de diagnóstico e tratamento com informações fundamentais para subsidiar recomendações terapêuticas adequadas pelas sociedades médicas. 


Coordenação, cooperação e execução do registro no Brasil
O projeto é coordenado pelo Núcleo Brasileiro para o Estudo do Helicobacter pylori e Microbiota (NBEHPM) em colaboração com European Registry on Helicobacter pylori Managemente (Hp-EurReg). A entidade européia nos permitiu compartilhar a plataforma científica REDCap, que é um ambiente digital especialmente projetado para apoiar a captura de dados relacionados a este tipo de pesquisa. A inclusão de pacientes elegíveis ao estudo na plataforma é rápida (5 min), podendo ser feita por celular, tablet ou computador (Windows e Apple).

Registro Brasileiro sobre o Tratamento da Infecção por Helicobacter pylori


Quem deve participar e os benefícios
Os participantes serão médicos gastroenterologistas com atuação na especialidade e envolvidos na rotina de tratamento de pacientes adultos infectados por H. pylori.
Não há nenhum benefício financeiro envolvido no estudo. O único benefício a todos os médicos participantes é a possibilidade de figurar como autor, coautor ou colaborador nas publicações oriundas deste projeto, na dependência de sua participação no recrutamento de pacientes.  


Situação atual do Registro e próximas atividades
A plataforma ReDCap já está disponibilizada para o Registro Brasileiro. O núcleo científico e a equipe de suporte digital do NBEHPM trabalham nos ajustes técnicos da plataforma para a realidade nacional. O projeto foi já aprovado para todo o Brasil pelo Comitê de Ética da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). As próximas etapas, previstas para o final de 2021 e início de 2022, incluem a capacitação e ampliação dos coordenadores regionais e início do recrutamento de pacientes a partir de janeiro 2022.  


Como realizar a postagem dos casos na plataforma, quais pacientes podem ser incluídos e o termo de consentimento 
Todas essas informações serão disponbilizadas em breve. A previsão para início do Registro é o mês de janeiro de 2022, portanto, até lá teremos, aqui nesta página, informações completas sobre como participar do Registro. 


PARTICIPE - Manifestar interesse na participação do Registro 
É possível realizar um rápido cadastro e manifestar a intenção de participar do Registro. Caso você queira ser informado de tudo que está em andamento e, também, ser informado sobre quando as atividades forem iniciadas, por gentileza, clique neste endereço https://www.nucleohpylori.org.br/registro